Na linha de frente, socorrista do Samu morre vítima da covid-19


Acostumado a salvar vidas, o condutor socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU de Palmeira das Missões, Ivan Carlos Stein, acabou não resistindo às complicações da covid-19. O profissional morreu no final da noite de segunda-feira, 09. Ele era condutor da ambulância e estava atuando na linha de frente no combate à doença.

Ivan tinha 44 anos e trabalhava no SAMU há seis anos. Ele era portador de hipertensão arterial sistêmica e estava internado há mais de uma semana na UTI do Hospital de Vacaria em tratamento contra a doença.

O socorrista era casado e tinha um filho.

O adeus ao herói da saúde

A morte do socorrista Ivan Stein causou intensa comoção em Palmeira das Missões e região. A informação da morte foi confirmada por familiares no mesmo dia. Em nota, a equipe do SAMU está de luto pela perda do profissional.

Colegas, familiares, amigos e profissionais da saúde de Palmeira das Missões prestaram homenagem nesta terça-feira, 10, com uma carreata e uma salva de palmas em frente ao Hospital de Caridade para que, apesar do distanciamento social provocado pela pandemia, todos pudessem se despedir do amigo e colega.

Publicações da família e amigos nas redes sociais também prestaram homenagem ao profissional.

"E daí negão... (Era como você me chamava). E agora, ficamos sem aquele cafezinho na base. Perdemos um guerreiro, um colega de farda, um socorrista, um condutor, mas, acima de tudo perdemos um amigo. Vai com Deus, meu velho. Que Deus lhe receba de braços abertos. Já perdemos essa batalha. Seguimos lutando pra ver até onde vamos suportar essa guerra. Seguiremos indignados com a população que não se cuida, dispensamos os aplausos, e só pedimos cuidados. Mas, a partir de hoje, com um vazio que não será preenchido dentro da base e nem dentro da ambulância (...)", diz o post de Alan Signori, amigo e colega de Ivan.

Carine Zandoná Badke/TP


Por: Tribuna da Produção - 11/11/2020